Museu

O Museu do CCCM, vocacionado para o estudo e divulgação das relações luso-chinesas, possui mais de 3.500 peças divididas por diversas tipologias, entre as quais estatuária, trajes e peças de caráter utilitário e decorativo, e por diversos materiais, entre os quais terracota, têxteis e porcelana. O Museu é constituído por dois núcleos distintos e complementares, o núcleo sobre A Condição Histórico-cultural de Macau nos Séculos XVI e XVII e o núcleo sobre Coleção de Arte Chinesa.

CCCM-Museu

A Condição Histórico-Cultural de Macau nos Séculos XVI e XVII

O núcleo A Condição Histórico-Cultural de Macau nos Séculos XVI e XVII remete para a atmosfera internacional da China Ming e para a fronteira intercultural Europa-China, criada com a cidade portuária de Macau, estando presentes alguns resultados da investigação sobre a história das relações luso-chinesas e a história de Macau:

  • Portugal e a China: os Inícios do Encontro ilustra as condições únicas que originaram a cidade de Macau, ao mesmo tempo que acompanha o crescente relacionamento dos portugueses com a China Ming e a circulação de interesses e informações do Mar da China para o Índico e o Atlântico;
  • A Cidade Portuária mostra como a rede de interesses e de relações entre grupos de portugueses e chineses criou a necessidade e a possibilidade de uma cidade de serviços entre a Europa e a Ásia, entre a Ásia Oriental, o Índico e o Atlântico;
  • A Ordem das Transferências toma contacto com algumas das trocas ecológicas e tecnológicas que fazem de Macau um pólo de dinamização da Ásia Oriental e da Europa. Novos alimentos, instrumentos e medidas entram na China e na Europa através de Macau, que é, desde as origens, um dos pontos centrais na regular abertura e comunicação entre a Ásia Oriental e a Europa, entre ambas e o resto do mundo;
  • Cristianismo e Cultura acentua o papel de Macau enquanto espaço de pluralidade religiosa com um sincretismo chinês de religiosidade popular, budismo, taoísmo e confucionismo, acompanhado pelo cristianismo, com destaque para o papel do Colégio de São Paulo, o primeiro colégio universitário europeu na China.

A Coleção de Arte Chinesa

A Coleção de Arte Chinesa, que abarca um período temporal de mais de 5000 anos de história e de arte, inclui:

  • Cerâmicas Neolíticas;
  • Terracotas;
  • Bronzes;
  • Grés;
  • Porcelanas azul e brancofamília verdefamília rosa, brasonada e monogramada;
  • Porcelana de simbologia religiosa;
  • Cerâmica de Shek Wan;
  • Objetos para o fumo do ópio;
  • China Trade;
  • Lacas;
  • Pintura, com destaque para as vistas da baía da Praia Grande;
  • Leques;
  • Pratas;
  • Trajes;
  • Marfins;
  • Numismática.