Portuguese Asian Digital Archive Network
PADAN

A Rede Portuguesa de Arquivos Digitais Asiáticos (PADAN na sigla inglesa) é um projeto lançado pelo Centro Científico e Cultural de Macau (CCCM) para identificar e cooperar com instituições parceiras – repositórios, bibliotecas e arquivos – que possuam uma documentação importante para a história portuguesa no Ultramar.

O projeto nasceu da constatação de que, apesar de Portugal ter sido o primeiro país europeu a iniciar relações comerciais diretas com países do sul e do leste da Ásia há cerca de 500 anos, as documentações originais em português e noutras línguas se encontram espalhadas por arquivos e bibliotecas da Europa, da Ásia e da América, e sujeitas a condições variáveis de acessibilidade.

O PADAN funciona como um portal aos catálogos e banco de dados de outras instituições, filtrando milhares – e às vezes milhões – de itens para providenciar apenas os resultados relevantes às relações de países lusófonos com a Ásia. O objetivo é facilitar o conhecimento, a identificação e o acesso desses materiais a estudiosos, pesquisadores e membros interessados do público geral neste vasto recurso documental.

Convidamos todos a visitarem a rede e a estarem atentos ao PADAN, na medida em que nossa lista de instituições parceiras se expande e, com isso, cresce também nosso catálogo. Em breve, esperamos poder providenciar arquivos do Brasil, da China e do Japão, entre outros.

Como um serviço público sob a supervisão geral do Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (MCTES) da República Portuguesa, e generosamente apoiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), o PADAN é um serviço de livre acesso e sem custos para seus utilizadores.

Atualmente, podem ser acedidos catálogos de várias instituições, incluindo a Biblioteca Nacional de Portugal, o Arquivo Nacional da Torre do Tombo, o Arquivo Histórico Ultramarino, a Universidade de Macau, e, claro, a Biblioteca do CCCM. Desejamos-vos uma boa pesquisa!